SC: Família foi interrompida pela PM ao orar dentro de casa

No último dia 2, em Forquilhinha – SC, cinco senhoras da mesma família tiveram que interromper as orações que faziam dentro da própria residência, informa o site Gospel Prime.

Durante “Fiscalização de ordem pública em estabelecimentos comerciais e eventos”, com o objetivo de averiguar ocorrência de aglomeração de pessoas, guarnição da Polícia Militar se deslocou à residência e orientou as fiéis a pararem o “culto”.

As senhoras argumentaram não saber que a proibição se estendia às residências, mas obedeceram ao comando.

Apesar disso, a PM lavrou Boletim de Ocorrência (acesse aqui) por suposta infringência ao Decreto Estadual nº 515/2020, que restringiria qualquer reunião de pessoas, inclusive em ambientes privados.

“A guarnição orientou a parar com culto e não ter aglomeração de pessoas para evitar contaminação com vírus covid 19”, constou no documento.

Lideranças evangélicas expressaram revolta com a situação. A repercussão foi tamanha que no dia seguinte o Comandante-Geral da PM esteve pessoalmente na casa alvo da fiscalização e conversou com sua proprietária.

Na ocasião, de forma amistosa, ele tentou argumentar que não há restrição à liberdade de culto, mas existiriam “normas para isso acontecer em segurança”. Não consta que tenha se desculpado ou falado da inviolabilidade do lar e da intimidade.

Ao final da visita foi gravado um vídeo, em que o comandante da corporação pede à proprietária da residência que faça uma oração… aos policiais. A solicitação foi atendida (a partir de 2m50s):

Pelo que parece, a intercessão já provocou milagre: desta vez, não houve registro de ocorrência policial pelo ajuntamento de ao menos quatro pessoas em oração, em frente à casa de uma delas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.